Resenha: “Pedro Páramo”, de Juan Rulfo

Um livro de fantasmas, que formam um mundo de vozes sussurrando ao nosso ouvido, aqui, o leitor tem papel fundamental na experiência e montagem do quadro dessa história.

Anúncios