[RESENHA] “A Amiga Genial”, de Elena Ferrante

O primeiro romance da tetralogia napolitana imerge à história de amizade de duas mulheres, Elena Greco (Lenú) e Rafaella Cerullo (Lila). A narração é iniciada em meados da década de 1950. O período do pós-guerra, a dominância da máfia na Itália, o machismo e a pobreza, formam o plano de fundo tecido magistralmente pela escritora.

Anúncios