Resenha: “Pedro Páramo”, de Juan Rulfo

Um livro de fantasmas, que formam um mundo de vozes sussurrando ao nosso ouvido, aqui, o leitor tem papel fundamental na experiência e montagem do quadro dessa história.

Anúncios

Projeto de leitura ‘Nossa Literatura’ em 2019

Ano novo. Com ele chega aquela sensação de renovação, de poder mudar hábitos e melhorar a rotina com novas promessas. Pensando nisso, para 2019, gostaria de propor um desafio diferente. Esse desafio trará um fôlego a mais para encarar os dias que, nos últimos tempos, parecem estar mais difíceis.

[RESENHA] “Jane Eyre”, de Charlotte Brontë

Em seu mais famoso livro, a mais velha das irmãs Brontë, Charlotte, escreveu um romance de formação com nuances góticas e vitorianas. A trama segue atual, sem deixar uma rota de fuga, dando-nos apenas a opção de apreciar cada detalhe de Jane Eyre. O clima de constante indignação durante toda a obra é a essência de Charlotte, que expõe questões de religiosidade, classes sociais e sexualidade, principalmente no cerne do espaço da mulher em sociedade.