RESENHA: “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos

Vidas Secas está presente no imaginário brasileiro, e quem não leu pelo menos já ouviu falar. Escrita em 1937, a obra de Graciliano Ramos nunca se torna ultrapassada.

Anúncios