Resenha

[RESENHA] “Canção de Ninar”, de Leïla Slimani

Com todo o seu poder atrativo da narração, desde a primeira página, em sua primeira frase: “o bebê está morto”, tomamos conhecimento que este não será um livro fácil.

Anúncios