Resenha

[RESENHA] “Um amor incômodo”, de Elena Ferrante

Elena Ferrante é o pseudônimo de uma autora italiana – eu acredito realmente que se trata de uma mulher – que teve o seu primeiro livro (Um amor Incômodo) lançado no ano de 1996. Porém, a publicação só chegou ao Brasil ano passado.

Anúncios
Resenha

[RESENHA] “Olhos D’água”, de Conceição Evaristo

Em uma reunião de 15 contos, Conceição Evaristo, escritora brasileira, nos apresenta para uma realidade que, muitas vezes, preferimos fechar os olhos ou fingir que não existe.

Resenha

[RESENHA] “Não me abandone jamais”, de Kazuo Ishiguro

Há tempos estava com vontade de ler algo do Ishiguro, afinal, um ganhador do Nobel de literatura deve ter muito a nos oferecer. O livro é narrado em primeira pessoa, pela personagem Kath H. Ela, que já possui 31 anos, está finalizando seu trabalho como cuidadora e começa a relembrar tudo o que viveu. Pela visão dela somos apresentados para seus dois melhores amigos, Ruth e Tommy, que viveram grande parte da vida juntos em um internato.

Resenha

[RESENHA]: “Perto do coração selvagem” de Clarice Lispector

Livro: Perto do coração selvagem Ano: 1943 Páginas: 202 Editora: Rocco Gênero: Romance Autora: Clarice Lispector Perto do coração selvagem é o romance de estreia de Clarice Lispector. Demorei um pouco neste livro, cada página lida era um choque realístico, um tapa que nos faz acordar para algo que nem sabíamos existir. Por suas páginas… Continuar lendo [RESENHA]: “Perto do coração selvagem” de Clarice Lispector

textos

queridas cortinas, abram-se

Fechava os olhos e sentia o mundo se apagar, a cada passo dado uma palpitação distinta, antes desconhecida e, agora, pouco explorada. Seguia pelo caminho feito todos os dias, sem reticências ou ajustes, apenas o fazia como uma ordem natural imposta por algo maior, mais forte, que puxa e devolve como elástico. E se desgasta,… Continuar lendo queridas cortinas, abram-se

Resenha

[RESENHA] “Para você não se perder no bairro” de Patrick Modiano.

Livro: Para você não se perder no bairro Ano: 2014 Gênero: Romance Páginas: 144 Editora: Rocco Autor: Patrick Modiano Tradução: Bernardo Ajzenberg Um convite à reflexão sobre nossas lembranças e a inerente solidão humana. De leitura clara e direta, Patrick Modiano, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura de 2014, nos apresenta um livro capaz de levantar reflexões, principalmente relacionadas às lembranças dolorosas… Continuar lendo [RESENHA] “Para você não se perder no bairro” de Patrick Modiano.

textos

sentindo o tempo passar

Remédios que não satisfazem mais o cérebro ou o cérebro que realmente nunca aceitou drogas por drogas para que meu corpo esmorecesse. Pálpebras rígidas como panturrilhas com cãibra noturna, o corpo dói. Ai que vontade de me derramar em preguiça, sonolência calma e tranquila como o corpo que logo ali repousa. Sobe e desce, sobe… Continuar lendo sentindo o tempo passar

Sem categoria

aos meus olhos mareados

acreditar, acreditei. era piamente real, passível de tudo que pudesse abalar, mas tão indestrutível como aquelas montanhas que chegaram antes de nós e continuarão depois nós. aos meus olhos, era. a dormência sentida era palpável em todos os sentidos, nem o meu cérebro oxigenava, o ar transpassava as narinas apenas em busca de um aroma… Continuar lendo aos meus olhos mareados

cartas, textos

veja meu brilho

uma música boa que ouço e desperta uma vontade, necessidade, de deixar meu corpo se levar, em passos desajustados, descoordenados, pedindo atenção, clamando sorrisos, pedindo não se sabe o quê para não se sabe quem, apenas pede e não se cansa, continua em rotina, em rodopio, em balançar de mãos para o céu, em olhares… Continuar lendo veja meu brilho